Mostrando postagens com marcador Cotidiano. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Cotidiano. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Luto: Não há o que comemorar

Imagem reprodução: Google

E ontem, infelizmente, o Brasil enterrou sua moral política e ética, apesar de toda desconfiança que eu já sentia pela política geral, eu digo que com essa condenação do ex-presidente Luiz Inácio "Lula" da Silva o nosso país decretou de fato a falência moral e ética de nosso país diante os olhos interessados do mundo. E isso meus caros, não há como comemorar. Num país que têm 4 ex-presidentes retirados do cargo pelo Congresso Nacional, uma carcaça já morta que fede e só falta enterrar sem temer, um "botafogo" sendo atacado a todo momento e um ex-presidente condenado, a moralidade política do nosso Brasil Varonil vêm dando seus últimos suspiros enrolados em máquinas privadas e individuais que o ajudam a respirar, infelizmente teve que ser assim... Para melhorar ás vezes tem que piorar. Mas, precisava ser um golpe tão grande assim neste nosso peito verde e amarelo? Esta é a pergunta que faço aos políticos, afinal, precisava manchar mais uma vez o nome de uma pátria que embora possa não ser tão respeitada mundialmente e até internamente, mas que por nós ainda é admirada? Será que deveremos de vez perder a fé na moralidade brasileira? Será que devemos sucumbir ao desespero de não mais admirar e respeitar nosso país? Ou será que devemos expurgar toda uma "raça" política? Será que ainda não pode haver uma fagulha sequer de esperança nos nossos representantes políticos? Enfim, independente de lado, eu digo que infelizmente não há o que comemorar... Descanse em Paz moralidade brasileira. Que tu possas renascer das cinzas orquestradas pela "queima" de cada corrupto, que a esperança seja realmente a ultima que morre.

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Aventuras em quarteto

Imagem reprodução: Google

Andei com os mais variados tipos de pessoas;
Já realizei vários percalços;
Desde condados, até acampamentos ou escolas.

Já perdi muitos amigos queridos,
Já sofri perdas irreparáveis;

Já fui atrás de algo que poderia causar a destruição de meus inimigos.
Já destruí objeto malignos e amaldiçoados;
Já confiei em quem não poderia;

Já desconfiei de muitos outros,
e descobri o erro da desconfiança.

fui Bruxo, já fui Semi-deus e já fui um Hobbit de condado;
Eis o que sou...
Um aventureiro com seu livro a ler...

Poema de inverno

Foto reprodução: Google



Fogo, paixão, amor, raiva, ódio, sexo, revolução...
Fogueira, lareira, terror...

Leite quente, sopa, achocolatado.
Língua queimada, coração quente, claridade...
Coberta, edredom, caridade, ira, inferno.

Tantas palavras, sensações e ações para representar o calor do fogo.
Para esquentar esse meu friorento e trêmulo corpo, essa minha gélida alma de poeta errante e apaixonado...

Mas de que adiantaria essas palavras, se não mantiver perto de mim a minha maior fonte de calor? Você!

Imagine eu e você deitados na sala do amor, sendo esquentados pela lareira do tesão?
E aí topa vir me esquentar? Esquentar de vez essa minha alma de poeta que se faz tão necessário por um amor, um beijo e um corpo tão caloroso como esse teu?

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Os melhores momentos do futebol

Imagem reprodução Google

Nem só de lances e dribles fantásticos vivem o futebol arte. Nem apenas de profissionais o futebol é feito, ás vezes o impossível acontece o que nos permite ver o futebol por outros olhos, ou melhor dizendo pés.


Um gol azul vibrante

Fazer um gol diante uma torcida que grita e vibra deve ser sensacional não? Imagina a sensação, entrar no campo, ouvir os torcedores gritando e incentivando o time a vencer. Pois é se para nós isso não passa apenas de imaginações, para essa criança isso se torna realidade pura, e para que nunca se esqueça, o momento está marcado, com direito a comemoração do pequeno juntamente com a torcida azulada do Chelsea.


O craque canino

E mais uma vez o tabu foi quebrado no futebol, e o craque da vez foi um cãozinho (Isso mesmo, um cão!!!) e o animal como todo bom craque não largava de jeito nenhum a redondinha amada, eita fominha hein Arnaldo?


A estrela diferente

Todo jogador vive seu momento de glória no esporte futebolístico, e ás vezes o que chama a atenção além do estrelismo é o quanto o atleta tem um estilo, digamos, bem diferente. E digamos que numa goleada de 4X1 num jogo de Sulamericana o estrelismo sempre vai aparecer.


Torcer é ajudar ou torcer e ajudar?

Ás vezes o time que torcemos está jogando no nível Ibis ou Tabajara F.C tanto que apenas torcer e incentivar o time a conquista da vitória sonhada não adianta. Afinal, adianta somente torcer? Ou devemos fazer como este cara que além de torcer, invadiu o campo para ajudar o time de coração? Eis a questão.


Futebol nas alturas

Dizem que o futebol pode nos levar ás alturas se nosso time preferido vencer o jogo contra o rival, bem, digamos que um certo torcedor levou essa consideração ao pé da letra.


Perder faz parte

Ganhar um jogo para não ser rebaixado é bom, mas perder também faz parte. Embora isso seja triste para qualquer um, seja atleta ou torcedor, sempre temos que manter a cabeça erguida, e foi isso que essa criança foi lembrar o jogador, que dizem ser seu pai.


Um herói em campo

Muitas vezes chamamos aquele jogador que levou nosso time a grande vitória suada de herói. Mas, e quando entra um herói de verdade no campo? Foi isso mesmo que aconteceu, um cara anônimo (Ou quase!) que defendeu seu time mesmo sem ser jogador profissional de futebol. Confira a cara de pau do "zagueiro" craque.


Isto merece um prêmio (e uma comemoração)

Apesar do nome, este não será um post sobre um dos episódios de Chaves, mas sim uma postagem de comemoração, quebra de tabu e muito mais. Afinal, depois de 12 anos no mesmo time, fazer seu primeiro gol não é pra qualquer jogador. Viva Tony Hibbert, confira no replay.


São tantas emoções

Foram muitas homenagens, e minutos de silêncios que fica difícil pegar somente um para representar a grande solidariedade mundial que envolveu a cidade de Chapecó que esteve em luto graças a uma tragédia que aconteceu em 2016. Mas fica aqui no fim desse post os três melhores de uma homenagem emocionante.





sábado, 10 de junho de 2017

Jornal Folkcomunicação: O fim de uma era

Imagem reprodução: Google

Segundo o dramaturgo George Bernard Shaw " É impossível progredir sem mudança, e aqueles que não mudam suas mentes não podem mudar nada.". E é baseando-se nesta premissa que hoje infelizmente (Ou seria felizmente?!) que anunciamos o fim de uma era de 4 longos anos de lutas e vitórias. Eu, como editor chefe do Folk sempre me lembrarei com carinho das tantas entrevistas e matérias que escrevi aqui na minha maior paixão. Quem diria que no meu segundo ano de faculdade, teria a ideia mais absurda que já tinha passado na minha cabeça. Criar um blog de jornalismo? E, foi com ele que aprendi, e ainda aprendo na prática o verdadeiro significado de esforço e paixão. E é com muita felicidade que agradeço aos meus pais, que sempre me apoiaram nesta fase, aos seguidores deste nobre blog, por cada comunicador social e artista que já passou em meu blog. Cada um de vocês foram mais do que especiais para mim neste quatro anos.

Mas, ás vezes mudar é preciso, ainda mais se for para melhor, e é justamente isto que estamos fazendo. Embora estejamos acabando a era Blogger, uma nova era vem começando em minha cabeça desde ontem, e na internet também. Um novo Jornal Folkcomunicação está surgindo, muito mais elaborado e profissional, mas é claro sem esquecer o que verdadeiramente nos tornou em gigantes de uma era independente. Só nos resta agradecer por cada visualização e apoio!!! Então nosso mais estimado

Imagem reprodução: Google

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Combate Cultural: As casas de Hogwarts

Imagem reprodução: Google

"Não há nada escondido em sua cabeça que o Chapéu Seletor não consiga ver, por isso é só me porem na cabeça que vou dizer em que casa de Hogwarts deverão ficar." Que fã de Harry Potter que nunca leu esta frase nos livros? Que fã de Harry Potter nunca quis saber para qual casa ir? Será sua morada na casa onde habitam os corações indômitos da Grifinória, quem sabe é na Lufa-Lufa que você vai morar, onde seus moradores são justos e leais, ou será a velha e sábia Corvinal. A casa dos que tem a mente sempre alerta, ou ou quem sabe a Sonserina será a sua casa. E ali fará seus verdadeiros amigos, homens de astúcia que usam quaisquer meios para atingir os fins que antes colimaram. Bem, se for isso que você procura saber, procurou no lugar errado, mas se quiser saber enfim qual a melhor casa... Ah isso nós sabemos. Então venha conferir se foi sua casa a grande escolhida:


Melhor vilão

Foto reprodução: Warner Bros. Pictures

Alguns falarão que ser da Sonserina é sinônimo de ser do mal, certo? Nem tanto, meus amigos, nem tanto, é claro que a casa fabricou como bem sabemos o maior bruxo das trevas que já existiu. Mas, também temos vilões traidores, como é o caso de um certo ratinho, que não é da casa do famoso ofidioglota  Salazar Slytherin, porém é claro que em se tratando da melhor vilania, o Lord das Trevas (Tom Riddle) se destaca.

Melhor Herói

Foto reprodução: Warner Bros. Pictures

Essa com certeza vai para Harry Potter e Dumbledore, pois eles foram os únicos que ou conseguiam meter medo no Lord das Trevas, ou encara-lo e sair vivo!!! Então, um ponto para a Grifinória.

Melhor Mestiço

Foto reprodução: Google

Muitos mestiços fizeram suas histórias na saga britânica, mas, sem dúvida nenhuma o mestiço mais bem conceituado na história foi o príncipe mestiço (Severus Snape), e mais um ponto para Sonserina.

Melhor Trouxa 

Imagem reprodução: Google

Dizem que da sua classe ela era a melhor, e dizem as más línguas que a irritante sabe tudo soube preparar uma poção de amor como ninguém, afinal, da onde vem tanto charme para conquistar um dos maiores apanhadores (Krum) e o maior goleiro da Grifinória (Ronald Weasley)? Pois bem, para não perdermos o costume... Um ponto para a Grifinória.

Melhor personagem

Foto reprodução: Warner Bros. Pictures

É certo que todos temos nossos personagens favoritos de cada casa, para nós, o melhor personagem é a Luna "Loony" Lovegood, uma personagem excêntrica, mas verdadeiramente corvina. Ponto para a casa da sábia águia.

Personagem mais odiado

Imagem reprodução: Google

A série Harry Potter é tão aclamada que fez com que amássemos e odiássemos alguns dos personagens, e ás vezes os sentimentos se misturavam. Para nós, essa escolha foi muito fácil. Apesar de toda maldade feita por Você Sabe Quem, o personagem mais odiado foram na verdade dois da mesma casa... As "vacas" da Rita Skeeter e Dolores Umbridge, ambas sonserinas natas.

Miss Hogwarts

Fotos reproduções: Google

Essa escolha só foi possível ao filme, e convenhamos que ao falarmos de Miss nos filmes só nos vêm a excentricidade de Luna (Evanna Lynch), a beleza de Hermione Granger (Emma Watson) e o talento nato da minha eterna diva Bellatrix Lestrange (Helena Bonham Carter). Então temos um empate triplo entre Corvinal, Grifinória e Sonserina.

Mister Hogwarts

Fotos reproduções: Google

Já falamos quem são as atrizes mais bonitas, e talentosas da série Harry Potter, mas e quando aos homens? Eles não ficarão de fora, é claro. E é com prazer que apresentamos um empate duplo entre Grifinória e Sonserina, bem representados por diversos deuses da perdição, mas resolvemos ficar com o talento de nosso amado professor de Defesa contra as Artes das Trevas, Severus Snape Allan Rickman) e pelo estonteante anglo-brasileiro Dino Thomas (Alfie Enoch). Com prazer que damos mais um ponto para Grifinória e Sonserina.

Maior Sofrimento

Foto reprodução: Warner Bros. Pictures

Foram diversas tragédias, diversas mortes que convenhamos, ás vezes dá vontade de xingar/amaldiçoar a J.K Rowling, mas convenhamos que para a história do livro em si o maior sofrimento já perpetuado foi a morte de Lílian Evans, tal sofrimento foi tão forte que fez um cara mudar de lado para proteger o filho de sua eterna amada com seu maior rival. Então me debulhando em lágrimas que anuncio o maior e único vencedor dessa categoria: Sonserina.

Morte mais Dolorosa

Foto reprodução: Warner Bros. Pictures

E no tocante morte mais dolorosa, com toda certeza foi a do gêmeo Fred Weasley, tanto que até a escritora disse estar arrependida pela morte dele. Sem mais, um ponto bem molhado para Grifinória.

Maior redenção

Imagem reprodução: Google

Não há alegria maior, quando vemos que uma pessoa que antes era mal se arrependeu, neste quesito dois sonserinos ganham, embora por motivos diferentes, sendo um por covardia (Malfoy) e outro por amor (Snape).

Melhor Fantasma/Mais poderoso

Imagem reprodução: Google

Nem só de magia e aulas vive Hogwarts, também vivemos de sustos, principalmente se você tem medo de fantasmas... E convenhamos, que o mais assustador entre eles é o Barão Sangrento, que mete medo até no fantasma mais brincalhão de todos: O Pirraça. Então aqui vai o ultimo ponto mais apavorante dessa batalha cultural. Tremei ó insignificantes mortais diante o fantasma de Sonserina

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Combate Cultural: Sr. dos Anéis VS Harry Potter

Imagem reprodução: Google


O mundo se divide de diversas maneiras, seja por motivos complexos como diferentes credos, países, culturas ou lados político ou até mesmo por coisas mais simples, tais como filmes, brinquedos e até livros preferidos. E é por isto que decidimos fazer um novo combate cultural: E hoje respondemos o que de melhor Harry Potter e O Sr. dos Anéis têm?


Filmes

Imagem reprodução: Google

Comparando aos livros, todo filme dará ou uma leve ou uma grave derrapada na história escrita o qual se baseia, isso é fato universal. Mas, convenhamos que nesse tópico a trilogia fílmica de Frodo e Cia. dá de 10 a zero na adaptações cinematográficas de Harry Potter. Melhor dizendo, a trilogia dá de 17 a 0 na saga. O Oscar que o diga.

Livros

Imagem reprodução: Google

Convenhamos que todo ou quase todos os fãs de Harry Potter lerão algum dia a trilogia de Senhor dos Anéis. Afinal, acreditamos que HP seja uma fase de passagem entre as leituras infanto-juvenis para as mais adultas. Isso não quer dizer que o nosso amor pelo bruxinho mais famoso da Inglaterra não seja eterno, ao contrário.
Autores

Imagem reprodução: Google

A rainha diva já elogiou e muito Tolkien, então se ela própria já gosta... Quem somos nós para negar a habilidade de Tolkien de encantar a geração nerd?

Além

Imagem reprodução: Google

Toda boa saga tem o além da história principal, seja contando histórias antigas ao fato ocorrido nos livros ou depois. Se em Senhor dos Anéis temos Silmarilion e o Hobbit, como os mais conhecidos, no Harry Potter temos A criança amaldiçoada, Animais Fantásticos e Onde Habitam, Quadribol através dos séculos e Os contos de Beedle, o Brado, então ponto para o mundo mágico de Harry Potter.

Melhor Aventura

Imagem reprodução: Google

Que o Sr. dos anéis é um clássico da literatura todos sabem, mas em questão de aventura, achamos merecidamente um empate entre os bruxinhos contra o Lorde das trevas e Frodo e Cia contra os Orcs e o necromante.

Melhor Adaptação Cinematográfica

Imagem reprodução: Google

O melhor filme, sem comparação nenhuma foi o Sr. dos Anéis. mas e se compararmos cada adaptação cinematográfica com seu respectivo livro, qual seria a adaptação mais fiel ao que foi contado no livro? A resposta seria o do mundo dos Hobbits e Orcs. Surpresos? Pois é, se por um lado a pior adaptação fílmica do mundo mágico fica nas mãos de Harry Potter e o Príncipe Mestiço por outro lado apesar dos troféus, a adaptação não agradou nem o herdeiro de Tolkien, e muito menos alguns dos fãs. Que dizem que o filme não prende a atenção tanto quanto o livro. Como dito pelo site Tolkien Brasil "Especificamente sobre os filmes de Jackson, em entrevista dada ao Le Monde em 2012, Christopher Tolkien diz que “A comercialização reduziu a estética e o impacto filosófico da criação a nada”. E ainda que “Eles evisceraram o livro transformando-o em um filme de ação para jovens de 15 a 25 anos”.


Pior sofrimento

Imagem reprodução: Google

Foram tantas perdas ao longo dos sete anos de HP, que isso acabou levando ao ganho de um ponto nesse quesito. Mas como dizia o amado diretor da Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, Dumbledore, não temos que ter piedade dos mortos, mas sim dos vivos, e acima de tudo dos que vivem sem amor.

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Combate Cultural: Marvel Vs. DC

Imagem reprodução: Google


O mundo se divide de diversas maneiras, seja por motivos complexos como diferentes credos, países, culturas ou lados político ou até mesmo por coisas mais simples, tais como sexo, brinquedos e até Histórias em Quadrinhos. E é por isto que decidimos estrear este novo texto, o Combate Cultural: E hoje respondemos o que de melhor a Marvel e a DC têm?


Melhor Vilão: DC (Coringa)

Imagem reprodução: Google

Falar em vilão é falar em maldade e psicopatia, e quem melhor representa a classe dos alucinados vilões senão o Joker (Coringa)? Por isto que ele reina sozinho no topo da montanha de melhor vilão.

Melhor Herói: Marvel (Logan/Wolverine)

Imagem reprodução: Google

Se o melhor vilão é um fera da DC, o melhor herói é uma fera, literalmente falando, da história de super heróis. É claro que estamos falando do velho Logan.

Melhor HQ: DC (Piada Mortal)

Imagem reprodução: Google

Conhecida como a HQ que mostra o mais provável do misterioso passado do palhaço sádico, e uma história de enlouquecer até os mais sãos, não é toa que Alan Moore é um mestre no que faz. A Piada Mortal é a rainha das História em Quadrinhos.

Melhor Filmografia: Marvel (Trilogia X Men) e DC (Batman Dark Knight)

Imagem reprodução: Google

Apesar de tantos filmes ruins e péssimos dos dois lados, os dois lados também mereceram estar no quesito de melhor filmes, seja com a trilogia X Men ou de mais um filme do Batman (Que alcançou esse posto graças principalmente ao saudoso Heath Ledger).

Melhores Séries: DC (Flash, Gotham e Legends Of Tomorrow)

Imagem reprodução: Google

O que é melhor que viagem no tempo? Viagem no tempo com heróis e numa nave espacial... E sabia que ás vezes você não precisa ser um super para salvar sua cidade da garra de criminosos e corruptos, (Jimbo que o diga!!!), mas também ás vezes numa batalha o melhor que há a fazer é correr. Então faça como o velocista escarlate e corra o mais rápido possível!!! Por isso com pressa ou sem pressa no quesito de séries, o troféu vai para a DC.

Melhor Animação: Marvel (X Men Evolution) e DC (Static Shock)

Imagem reprodução: Google
E mais um empate entre DC e Marvel, dessa vez entre os mutantes mais amados do universo nerd e o cara mais eletrizante, literalmente falando, da TV. Super Choque e X Men - Evolution não são páreos para ninguém.

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Como provar que eu existo

Imagem reprodução: Google

Se tudo isso fosse um sonho, só uma coisa eu ainda seria capaz de fazer, pensar coisas inexistentes.

Se tudo isso fosse uma ilusão e este meu corpo não existisse, ainda teria uma certeza, eu pensaria que o corpo é meu.

Se tudo isso fosse uma loucura, ainda que de modo peculiar eu ainda continuaria a imaginar.

Se eu fosse um programa de computador ainda assim eu faria coisas através de uma rede de comando, ou seja, usaria meu cérebro.

Se eu fosse uma memória, mesmo assim eu existiria, pois estaria revivendo minhas lembranças.

Se eu duvido da existência de tudo, não importa; duvidar prova que eu ainda penso.

Qual é minha conclusão?

Que eu ainda vivo, pois posso usar essa maravilha de pensamento.

*Inspirado em R. Descartes

sábado, 27 de maio de 2017

Um casamento perturbador

imagem reprodução: Google

O Ciberespaço é um lugar-maquina, conciliador de dois elementos extremamente importante, um é a tecnologia do virtual, outro a racionalidade do espaço.

Embora seja conciliador desses elementos, eles não são iguais.

O Ciberespaço é o casamento não tão perfeito entre a Srtª. Tecnologia Virtual e o Sr. Espaço Racional, onde o Ciberespaço é um espaço em que permite a racionalidade do espaço (Eu estou aqui!) e a virtualização tecnológica ( Eu estou "virtualmente" em vários lugares).

Porém cada um dos elementos possui suas falhas genéticas, a virtualização da tecnologia é a colaboradora da destruição de sentidos, não se sabe mais distinguir o real e o imaginário (porém não totalmente), enquanto a realidade do espaço é um local reciproco de informações.

Porém não necessariamente teríamos que pagar para termos informações fora do virtual (no espaço real, enquanto corporal), visto que absolutamente tudo é informação (códigos), desde o cheiro até o tato.

Somos computadores falantes recebendo sempre bits (informações) e o PC (cérebro) interpreta essa informação e transforma-a em realidade e assim como um computador conectado a internet, não recebe toda informação da net (sentidos), somente aquilo que ele foi programado pra receber ou aquilo que ele está sintonizando em determinado momento.

Por isso vivemos em um mundo como o mostrado no filme Tron, em que a realidade não é tangível.

Porque afinal, nada é real, tudo é virtual, nossos sentidos e sentimentos são só informações mandadas e controladas pela CPU do corpo humano (o cérebro), só existe o absoluto, que é o tudo.

A arte digital é talvez, a maior prova de que nada é real, pois são varias as possibilidade de se imaginar e criar o imaginável...

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Os videoclipes mais incríveis do mundo

Imagem reprodução: Arquivo

Todos têm um cantor/banda e músicas favoritos, seja qual estilo for. Mas, confessamos que independente de estilo, têm videoclipes que ficam eternizados na nossa memória. Então, que tal conferir este toplist dos videoclipes mais incríveis do mundo?


10 - Californication – Red Hot Chili Peppers

Uma música excepcional, com uma banda ainda mais excepcional merece um clipe ainda mais fantástico certo? Pois é, e é por isso que a música Californication da Red Hot merece estar entre os mais incríveis videoclipes já feitos. Afinal, num clipe em que cada um dos integrantes recebe sua versão digital e participam de diferentes tipos de jogos. Temos certeza de que se o jogo do clipe existisse, muitos iriam querer jogar.

 
9 - Hurts Like Heaven – Coldplay

Um dos clipes mais fantásticos por mim já visto, Hurts Like Heaven faz parte do álbum Mylo Xyloto do Coldplay. E por que é tão fantástico? Porque ele nos faz nos sentir como leitor de uma História em Quadrinhos de ficção científica, o videoclipe é tão perfeito que a banda britânica investiu em um quadrinho adaptado do álbum homônimo Mylo Xyloto.


8 - Basket Case – Green Day

Na minha juventude, essa com certeza era a música que mais gostava do Green Day, grande parcela por causa do videoclipe dela. Basket Case meio que resumia a suposta loucura dentro de mim.


7 - Máscara – Pitty

Se grande parte dos clipes que estão aqui foram apresentados para mim durante a adolescência, a música Máscara e seu videoclipe se apresentou durante minha caminhada na faculdade. E desde então... Bem, esta arte da Pitty é o meu sétimo clipe favorito.


6 - Thriller – Michael Jackson

Um dos clipes e música mais conhecida do rei do Pop, Michael Jackson merecia estar entre os 6 vídeoclipes mais fodas de todos, e é claro com sua música macabra Thriller, Afinal não é todo dia que pudemos ver um dos Jackson Five virar lobisomem e zumbi, certo?.


5 - I Want To Break Free – Queen

Freddie Mercury tornou-se célebre pelo seu poderoso tom de voz e suas performances energéticas que sempre envolviam a plateia, tendo sido considerado pela crítica como um dos maiores artistas de todos os tempos. E é por causa disto que I Want To Break Free está no quinto lugar de clipes mais incríveis que já vi.


4 - Ei Moleque – John Bala Jones

Tem clipes que dariam um ótimo filme, e digamos que o da música Ei Moleque da John Bala Jones é um desses casos. Confere o clipe aí...


3 - Alice – Avril Lavigne

A música perfeita para o filme perfeito de uma direção ainda mais perfeita. Filmes do Tim Burton são fantásticos, e merecem o que há de melhor para fazer uma trilha sonora de encantar até o mais duro crítico. E qual a melhor música para representar a história de Lewis Carrol, do que uma versão underground musical de Alice? Pois, Avril Lavigne nesta música e clipe fez mais do que o dever de casa.


2 - Suicídio – A Origem

Uma das melhores músicas do cenário rapper independente, sendo que o clipe não fica atrás... Uma música que muitos ouvem, mas poucos entendem. Eis Suicídio do grupo A Origem. Uma música que une pensamentos e trechos da música Tu és a verdade, Jesus do Rei Roberto Carlos


1 - Don't Cry – Guns N' Roses

Convenhamos que escolher um videoclipe fantástico e não falar de Guns é meio difícil, porém qual deles mereceria ficar neste toplist, já que todos são fantásticos? Bem, para mim em particular, pela letra e pelo clipe a Don't Cry é a grande vencedora da noite.

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Progresso VS Perfeição: O amor que sonhamos ou a verdadeira felicidade

Imagem reprodução: Google

Conheci uma moça na rua outro dia que estava muito triste. Ela me contou que estava namorando um homem "maravilhoso, mas cheio de defeitinhos" e ela não conseguiria lidar com esses defeitinhos. Ela só sabe lidar com perfeição. Segundo a moça, perfeição é sinônimo de felicidade

Respirei por um momento, tentando entender aquela moça e sua concepção de felicidade. Confesso que não consegui!

Nunca achei que felicidade fosse baseada numa relação onde o outro precisa ser perfeito para atender suas necessidade. Na verdade, o que significa ser perfeito? Não cometer erros? Saber conversar sobre tudo e ter sempre a resposta certa para qualquer pergunta? Saber exatamente o que seu companheiro (a) quer e que precisa? Nunca dar vexame em festa/bares e ser sempre bem comportado? Fazer exatamente aquilo que o outro quer?

A minha concepção de felicidade é outra. É saber ser presença e ser ausência. É ter opiniões próprias sobre os mais variados assuntos e saber debater seus argumentos quando necessário. É sair pra se divertir e não se importar se vai dar vexame. É entender que cada um tem a sua vida e não precisamos jogar nossa felicidade na mão do outro.

O amor, pra mim, é como um jogo de tabuleiro: vamos avançando a medida que fazemos escolhas que consideramos boas para nós e para os outros. É um verdadeiro progresso. A cada coisa boa que fazemos, avançamos. A cada jogada errada, recuamos, mas vemos o que fizemos de errado e avançamos. Amor não tem nada a ver com perfeição. Tem a ver com um progresso maravilhoso, onde conhecemos as imperfeições do outro e aprendemos como lidar com elas (às vezes até nos apaixonamos por ela). Amar é saber entender o outro como um só. Saber que cada ser humanos tem suas particularidades e, acima de tudo, que o outro não nasceu pra ser exatamente do que você. Afinal, quem disse que tinha que ser tudo perfeito para dar certo?

Jussara Souza, 23 anos, 
graduanda em jornalismo pela 
Universidade Federal de Juiz de Fora, 

Produtora e Repórter pela Rádio CBN Juiz de Fora e escritora da página Entre amores e delírios.

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Sou fera, sou bicho, sou anjo e sou mulher!

Imagem reprodução: Google

Ela... Ela não presta. Nunca prestou. Nunca se deu valor. 

Onde já se viu ficar de agarramento com um homem na frente de todo mundo? "Safada"! Falaram pelas costas dela. "Puta"! Gritaram para quem quisesse ouvir. Em grupo de whatsapp, faziam piadas ofensivas a seu respeito. 

Na sua frente, a chamavam de amiga. Contradições? Não, apenas hipocrisia! Queriam ter sua coragem de assumir seus sentimentos. Queriam ser autênticos como ela e principalmente, queriam chamar a atenção. Não conseguiram. 

A inveja os consumia. A maldade destilava de seus corpos. O veneno das palavras escorriam de suas bocas. Queriam que ela se encaixassem em um padrão, mas ela não era mulher de se encaixar em padrões. 

Ela era única. Sabia o que queria e, mesmo tomando porrada da vida em alguns momentos, ela não desistia daquilo que queria. Ela sempre teve seus próprios traços, uma coisa que a tornava singular num mundo acostumado com o plural. 

Sempre teve linhas únicas, difíceis de dominar. É mulher, moça, menina, puta e santa. Ela sabia ser autêntica. Sabia que incomodava. Ela tinha uma luz própria que tentaram ao máximo apagar. Não conseguiram. 

Ela continua brilhando. Ela nunca se importou com opiniões alheias. Era sempre foi dona de si mesma. É fera, bicho, anjo e mulher. É dela e só dela e não de quem quiser!

Jussara Souza, 23 anos, 
graduanda em jornalismo pela 
Universidade Federal de Juiz de Fora, 

Vice presidente, Diretora de Protocolo e 

Diretora de Imagem pública na empresa 
e escritora da página Entre amores e delírios.

Acabou. Boa Sorte!

Imagem reprodução: Google

Coloquei o último casaco na mala. Pronto. Tive certeza que aquele era o fim. Nunca pensei que esse dia chegaria. Que deixaria para trás as nossas conversas, nossas risadas, nossos momentos.

Mas esse dia chegou e doeu saber que estava na hora de dizer adeus. Meus olhos pretos percorreram a casa em que passei alguns dos melhores anos da minha vida na intenção de guardar na memória pequenas lembranças daquela vida que, agora, já não era mais minha. 

Foi duro ter que tirar minhas coisas dos armários e sentir seu perfume em alguma das minhas roupas. 

Mas foi mais difícil ainda saber que você abriu mão desse amor. Eu lutei, com todas as minhas forças para manter esse amor vivo, pra manter você perto de mim. Mas você se distanciou e quebrou uma barreira que eu não conseguia ultrapassar.

Eu sabia que aquele era o fim e relutei em aceitar. Mas não tinha mais volta. Tudo estava acabado. 

Resolvi então lhe dar aquilo que você queria: sua liberdade. Peguei minhas malas, arrumei minhas roupas e resolvi partir. 

Deixei pra trás aquele perfume que você me deu e que dizia adorar o cheiro dele em mim. Não seria mais útil, já que agora você preferia o cheiro de outra. 

Sabe, não vai ser fácil recomeçar, mas eu sei que vou conseguir. Quando você chegar, espero que encontre essa carta e saiba que todo o amor que existia em mim agora ficou pra trás. Deixo também a última rosa que você me deu. Espero que cuide melhor dela do que cuidou de mim. Então, até um dia (quem sabe). Acabou. Boa sorte

Jussara Souza, 23 anos,graduanda em jornalismo pela 
Universidade Federal de Juiz de Fora, 

Vice presidente, Diretora de Protocolo e 

Diretora de Imagem pública na empresa 
e escritora da página Entre amores e delírios.

domingo, 19 de março de 2017

Uma Bela nostalgia da Disney que é muito Fera

Foto-cena reprodução: Google

Sobre a Bela e a Fera (1991) começo dizendo que SIM, este sempre foi o meu filme da Disney favorito; SIM, esta sempre foi a mais bela história da Disney; e SIM, ela nunca será superada por nenhuma outra!

Vale lembrar que a Bela e a Fera foi a primeira animação na história do Oscar a ser indicada para a categoria de Melhor Filme.

Bom, passados 26 anos a Disney me fez ir as lágrimas no cinema com o seu mais bem feito Live-Action, e dificilmente algum outro irá superar esta obra prima (mesmo que eu ainda esteja esperando ansiosamente por Aladim e O Rei Leão).

Sobre o filme? Impecável! Um vislumbre aos olhos e uma emoção ao mesmo tempo saudosista e surpreendente ao coração.

A fotografia te leva para dentro da história, de cada cena e de cada momento - lindíssima!

A trilha sonora e as canções? Extremamente fiéis! Sim, eu cantei praticamente todas as músicas e só lamentei a ausência de Ser Humano Outra Vez.

A direção de arte, o figurino, o cabelo e a maquiagem merecem o Oscar 2018 - e não há discussão!

Os efeitos especiais? Tornam a história real e dão vida a uma Fera muito, mas muito bem feita e também aos demais personagens tão especiais desta obra prima, com destaque para meu personagem favorito: o Lumière! E que felicidade ver o que fizeram com Be Our Guest.

Ewan McGregor faz o meu amado Lumière com o mesmo carisma e encanto da película de 1991. Ele é lindo, lindo e lindo! Obrigado aos produtores e ao Ewan McGregor por dar vida a este candelabro tão encantador, sonhador, persistente e determinado! Sempre pensei que se eu fosse uma personagem deste filme, eu seria ele.

E por fim ela, minha tão especial Emma Watson. Bom, ela sempre vai ser a Hermione e não a Bela, mas ela dá conta do recado! Não é a sua melhor atuação (prefiro vê-la em Hogwarts), mas ela me fez reviver a Bela que assisti tantas e tantas vezes na minha infância.

Mas como assim então Peterson? Ela está mal no filme? Não! Pelo contrário, ela se saiu muito bem. O que acontece que é a Emma Watson é uma mulher poderosa que torna a delicada e sonhadora (ainda que dedicada e decidida) Bela de 1991 em uma Bela de 2017 do seu tempo: forte, destemida, corajosa e de personalidade forte! Há quem goste, há quem não. Da minha parte? APROVADA! Eu amei, e amei ainda mais porque foi ela, porque sim eu sou fã dela e fim de papo!

A Bela e a Fera de 2017 me fez sair do cinema extasiado, de olhos mais do que marejados (Risos), feliz, embasbacado, emocionado, saudosista e muito, mas muito satisfeito.

Não foi ver ainda? O que está esperando então? E quando for me chama, pois vou novamente!



 Trailer legendado do filme A Bela e a Fera

Peterson de Santis Silva, 29 anos
reside em Agudos e 
é administrador 

quarta-feira, 8 de março de 2017

TopList: As melhores personagens de livros do mundo


Já falamos das melhores atrizes do cinema internacional e dos melhores filmes com temáticas femininas, Então confira a nossa lista sobre as melhores personagens de livros do mundo, e não se esqueça de comentar depois sua lista com a gente.


5 - Anne Frank (O Diário de Anne Frank)

Foto reprodução: Google

Imagine-se vivendo na Alemanha Hitlerista, e ainda por cima ser uma pequena menina judia, vivendo com seus familiares e com mais 4 pessoas desconhecidas. A unica coisa que tinha para fazer é escrever anotações em seus diário. Pois é... Essa história realmente aconteceu com a jovem alemã Annelies Marie Frank, conhecida como Anne Frank. E hoje seu pequeno diário é um dos livros mais importantes para a história sobre o Nazismo na Alemanha. 

Imagem reprodução: Google

4 - Alice (Alice no Pais das Maravilhas)

Foto reprodução: Google

Imagine-se criança caindo num buraco de coelho, quando você toma uma bebida num frasco e diminui seu tamanho, logo após come um bolo e volta ao tamanho normal. Impossível? Loucura? Talvez, imagine então a coragem de ter que enfrentar um tribunal de justiça presidido por uma Rainha de Copas, que de justa não tem nada. Coragem para uma simples menininha certo? Pois eis a resposta do porque a doce Alice estar entre as personagens mais inesquecíveis do mundo literário.

Imagem reprodução: Google

3 - Irmãs Pevensie (Série As crônicas de Nárnia)

Imagem reprodução: Google

Imagine-se em um mundo em que animais falam, um leão é um rei, e toda aventura é bem vinda. E imagine então que duas filhas de Eva, serão responsáveis por acabar com toda a tirania causada por uma Feiticeira Branca, imagina a força e coragem que tais garotas devem ter? Pois é, justamente por isto a Destemida Rainha Lúcia Pevensie e a Gentil Rainha Susana Pevensie merecem as honras de estarem nesta lista de melhores personagens femininos de livros.

Imagem reprodução: Google
2 - Harry Potter (Série Harry Potter)

Imagem reprodução: Google

Eita, há algum erro nesta lista, afinal Harry Potter é um personagem masculino certo? Calma que já explicamos... Em um mundo mágico escrito por uma mulher ainda mais mágica (J.K Rowling), fica difícil escolher apenas uma personagem diva, seja ela do mal ou do bem... Então nada mais justo que dedicar este espaço á todas elas, seja ela a Dolores Umbridge, Rita Skeeter, Hermione Granger, Luna LovegoodMinerva Mcgonagall, Srª Weasley, Tonks e etc. Cada qual com uma característica marcante que nos faz amar/odiar tal personagem.

Imagem reprodução: Google
1 - Dagny Taggart (Trilogia A revolta de Atlas)

Imagem reprodução: Google

Dagny Taggart é a prova escrita da força profissional que uma mulher é capaz de ter. Uma mulher que enfrenta todas as leis absurdas de um Estado ladrão e ineficiente. Uma mulher que enfrenta até o ultimo momento a ira dos que querem estatizar a empresa de sua família, tudo pela suposta causa em prol do povo. Uma mulher que enfrenta todos os olhares tortos de pessoas que se julgam acima dela por que tem em mente uma suposta ideia benéfica em prol do povo estadunidense. Enfim... Uma mulher divina. 

Eis Taggart uma engenheira herdeira da família Taggart de linhas ferroviárias nos Estados Unidos. Com a difícil tarefa de a todo custo manter funcionando a empresa que o seu bisavô fundou, mas não é uma tarefa fácil com a crise, os políticos, e o seu irmão incompetente no cargo de cargo de chefe da companhia.

A medida que o enredo avança enquanto todos na sociedade a julgam como um monstro ganancioso, ao mesmo tempo que o seu irmão (que vive de favores políticos) recebe toda a glória. E não enxergam que ela presta um serviço essencial para o país, alguns desaparecimentos dos que movimentam o mundo é cada vez mais frequente.

Imagem reprodução: Google